Lançamento do Projeto “EURES Transfronteiriço Andaluzia-Algarve 2024-2026”
Publicada por Luís Bento, em 2024-07-09 (há 3 dias)

A Delegação Regional do Algarve do IEFP e o Servicio Andaluz de Empleo (SAE) da Consejería de Empleo, Empresa y Trabajo Autónomo de Huelva, promovem o emprego e a mobilidade transfronteiriça com a quinta edição do Eures-Transfronteiriço Andaluzia-Algarve (EURES T AA).

 

Realizou-se a 4 de julho, em Huelva, a reunião de lançamento da quinta edição do projeto Eures Transfronteiriço Andaluzia-Algarve 2024-2026 (Eures T AA), efetuada, pela Sr.ª Delegada Regional do Algarve, do IEFP, Madalena Feu e do Sr.  Delegado Provincial do Serviço de Emprego Andaluz de Huelva, Juan Carlos Duarte, onde marcaram presença para além de dirigentes e técnicos de ambos os Serviços Públicos de Emprego (SPE), os representantes dos sócios e das entidades associadas.

Iniciado em 2017, o projeto é cofinanciado pela Comissão Europeia e atualmente é coordenado pelo Serviço de Emprego da Andaluzia (SAE) – Consejería de Empleo, Empresa y Trabajo Autónomo de Huelva em colaboração com a Delegação Regional do Algarve do  Instituto do Emprego e Formação Profissional (como copromotor) tendo como parceiros o Serviço Público de Emprego Estatal (SEPE), as Universidades de Huelva e do Algarve , a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, a Diputación de Huelva, a Mancom Islantilla, a Associação para o Desenvolvimento do Baixo Guadiana, a Associação Tertúlia Algarvia, a Eurocidade do Guadiana,  as principais organizações empresariais e sindicais que operam no território fronteiriço (CEA, FOE, NERA, ACRAL, CCOO Andaluzia, UGT Andaluzia, UGT Algarve, CGTP-IN Algarve). Neste biénio juntam-se como parceiros, a Segurança Social – Centro Distrital de Faro, a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), a Andaluzia Fundación Andalucía Emprende, a Cámara de Comercio de Ayamonte, e a Câmara Oficial de Comercio, Indústria, Servicios y Navegación de Huelva.

Ao longo destes anos, o EURES-T AA tem publicado guias e documentos sectoriais que abordam uma ampla gama de situações e casos práticos relacionados com a migração laboral pendular entre estas duas regiões.

No biénio de 2022-2024, o projeto EURES T AA teve progressos significativos na prestação de serviços de intermediação e no desenvolvimento de atividades, destacando-se o Observatório de Emprego Transfronteiriço, que permitiu aos parceiros,  entidades colaboradoras e publico em geral analisarem a evolução do tecido empresarial e produtivo, das profissões e qualificações, tanto no Algarve como na Andaluzia, de forma, a antecipar soluções e alternativas para as empresas e projetar o futuro da região.

A criação do um novo Observatório contribuirá para uma melhor compreensão das necessidades do mercado de trabalho, facilitando as tomadas de decisão e a implementação de estratégias eficazes para o desenvolvimento socioeconómico da região.

Tendo em conta as novas linhas de atuação apresentadas, o projeto releva a oportunidade de oferecer uma maior cobertura, maior visibilidade e aproximação entre as duas regiões com atividades e medidas semelhantes e com os novos impulsos da economia e política europeia, especialmente relacionados com a economia verde, azul e digital.

Fonte: IEFP