Estratégia Nacional de Combate à Pobreza 2022-2025
Publicada por Luís Bento, em 2023-12-22 (há 3 meses)

Redução do número de pessoas em situação de pobreza e combate às desigualdades são os principais desígnios do plano

 

O Conselho de Ministros aprovou no passado dia 12 de outubro o Plano de Ação da Estratégia Nacional de Combate à Pobreza 2022-2025, cumprindo o compromisso assumido no programa de Governo, que definiu o combate às desigualdades como um desafio estratégico.

Instrumento de planeamento fundamental que contribui para mitigar as desigualdades e reduzir o número de pessoas em situação de pobreza ou exclusão social, o Plano de Ação identifica um conjunto de ações articuladas em torno de seis eixos de intervenção, 14 objetivos estratégicos e mais de 270 atividades que contribuem para concretização dos objetivos e das metas identificadas na Estratégia Nacional  de Combate à Pobreza:

  • Reduzir a pobreza nas crianças e jovens e nas suas famílias;
  • Promover a integração plena dos jovens adultos na sociedade e a redução sistémica do seu risco de pobreza;
  • Potenciar o emprego e a qualificação como fatores de eliminação da pobreza;
  • Reforçar as políticas públicas de inclusão social, promover e melhorar a integração e a proteção de pessoas e grupos mais desfavorecidos;
  •  Assegurar a coesão territorial e o desenvolvimento local;
  • Fazer do combate à pobreza um desígnio nacional.

Este Plano de Ação resulta de um processo participado das várias áreas governativas e entidades públicas com responsabilidade na execução da estratégia. Foram também ouvidos os membros da Comissão Técnica que elaborou a proposta de Estratégia Nacional de Combate à Pobreza e entidades representativas da sociedade civil.

Fonte: Portal do Governo