EFSSE – European Forum on Social and Solidarity Economy
Publicada por Luís Bento, em 2016-02-09 (há 5 anos)

O Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde, realizou no passado 28 /01/2016, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, o 1º Forum Europeu da Economia Social e Solidária.

Constituído por 4 conferências plenárias e 9 workshops temáticos, o encontro reuniu 250 pessoas, entre oradores, moderadores e demais participantes, provenientes dos diversos países europeus, do Canadá e do Brasil.

A representação portuguesa foi constituída pela ANIMAR, OIKOS, RPSS e RESIT. Um elemento desta última, enquanto membro português integrou ainda a ENSIE (European Network of Social Integration Enterprises), participante activo e interlocutor privilegiado da DG Emprego e Assuntos Sociais da CE para as questões da inserção profissional pelo trabalho, contributo a que não é alheia a presidência espanhola dessa mesma rede, a FAEDAI, e o peso que os eurodeputados do PODEMOS tiveram na organização da iniciativa.

De salientar a importância reconhecida à Economia Social e Solidária (ESS), também na resistência à crise, não só pela manutenção do emprego como mesmo pela sua criação, bem como na recusa em se considerar alternativa à economia de mercado, que ela, ao contrário o tem destruído. Centrada na pessoa e nas suas necessidades (não nos interesses dos mercados e no benefício só de alguns) a ESS reivindica para si o estatuto de principal sector económico na esperança que se atribui e que é legitimo assumir no bem estar dos cidadãos. Terceiro Sector? Afinal qual é o Terceiro Sector, se considerarmos o interesse comum?

Em consequência da participação e da mobilização portuguesa, ficou a intenção de relançar o debate nacional sobre as potencialidades da organizações do nosso país e as perspectivas de contrariar a crise, promovendo a empregabilidade e o desenvolvimento económico nos territórios onde as mesmas operam.

Assunto a seguir com atenção, então…

 

Áreas Temáticas
Programas Gerais; Ciências Sociais, Comércio e Direito; Ciência política e cidadania; Economia; Trabalho e emprego; Mercado de Trabalho; Inserção profissional; Serviços