Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva homenageada com a menção de Excelência como Marca Entidade Empregadora Inclusiva em 2021
Publicada por Maria Paula Custódio, em 2023-11-28 (há 3 meses)

A Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, biblioteca de leitura pública de Braga, possui autonomia administrativa e financeira, com Estatutos próprios. É tutelada conjuntamente pela Universidade do Minho e pelo Município de Braga. E podia ser mais uma biblioteca, entre muitas, que prestam um serviço público a quem a procura. Mas decidiu ir mais além. Quis ser para todos, criar acessibilidades e praticar a inclusão numa convergência para a igualdade, que assiste a cada um de nós.

 

É por esta razão que foi homenageada em 2021 e recebeu a menção de Excelência como Marca Entidade Empregadora Inclusiva.

De entre as suas boas práticas é de salientar as que dizem respeito à manutenção e retoma de emprego, através da adaptação do conteúdo funcional de trabalhadores com deficiência ou incapacidade, respetiva adaptação de horário e de postos de trabalho, para criar igual condição de trabalho a todos.

É uma biblioteca com inúmeras dinâmicas, estratégias pensadas para diferentes segmentos de público e sua interseção. Deste modo, no que diz respeito às acessibilidades, adotaram circuitos de comunicação preferencialmente em suporte digital. Disponibilizam documentos e bibliografia em braille e em áudio. Foram adotadas práticas de serviço inclusivas, independentemente da diversidade funcional.

Todo o equipamento e softwares são adaptados às necessidades de uso de informação, destacando-se a promoção de atividades de sensibilização para a orientação e mobilidade, oficinas de escrita e leitura braille e Língua Gestual Portuguesa, para a equipa/colaboradores e utilizadores. Os laços de vizinhança que estabelece com todos os atores do território têm ajudado a consolidar a sua ação, a sua marca e ampliado o impacto social.”

O Prémio Marca Entidade Empregadora Inclusiva (atribuído de dois em dois anos) foi criado pelo IEFP para premiar as empresas e entidades que, através de práticas inclusivas de pessoas com deficiência, abrem portas à diferença, para tornar o mundo um lugar melhor para todos.

Nesta edição da Marca Entidade Empregadora Inclusiva, o IEFP, promove mais um momento (hoje) de reconhecimento e distinção de práticas de gestão abertas e inclusivas, como forma de congratular as entidades que apostam em culturas organizacionais inclusivas, onde o lugar da progressão profissional é um direito de todos.

Que o trabalho desenvolvido pela Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva inspire outras entidades que desejem fazer deste mundo um lugar melhor.

Acompanhe-nos na tarde do dia 28 de novembro através do canal YouTube e conheça as 54 entidades distinguidas em 2023, sete delas a receber Menção de Excelência.

Fonte: IEFP