Acordo para a Formação Profissional e Qualificação da Economia Social
Publicada por Maria Paula Custódio, em 2022-01-14 (há 9 meses)

Realizou-se, no dia 11 de janeiro, pelas 10H30, no Centro Cultural Brotéria – Lisboa, a cerimónia de assinatura, pelos membros do CNES – Conselho Nacional para a Economia Social, do “Acordo para a Formação Profissional e Qualificação da Economia Social”.

A formalização deste acordo surge na sequência da apresentação e apreciação da Proposta de Acordo para a Formação Profissional e Qualificação da Economia Social, realizada na reunião plenária do CNES de 30 de novembro passado, que acolheu as propostas dos membros do CNES, culminando na versão final que será assinada.

O Acordo reconhece que formação profissional tem uma importância crescente para o setor da Economia Social, havendo a necessidade de reforçar o acesso dos/as dirigentes, e trabalhadores/as à formação e qualificação ao longo da vida, sendo edificado em torno dos seguintes pontos:

  • Identificação das Necessidades Formativas para o Setor da Economia Social e Desenvolvimento de Parcerias
  • Elevar as Qualificações do Setor da Economia Social
  • Inovação e Flexibilização na Operacionalização da Formação
  • Aumento dos incentivos à participação das instituições da Economia Social e das pessoas no esforço de formação
  • Centro Protocolar de Formação Profissional para o Setor da Economia social

Para a operacionalização do Acordo, o Governo definirá uma calendarização e um plano de ação, que serão propostos para discussão conjunta aos membros do CNES, com o objetivo de concretizar uma estratégia integrada de desenvolvimento da formação profissional para o setor da Economia Social.

Consulte aqui o Acordo.

Fonte: SGMTSSS- Secretaria Geral do Ministério do Trabalho , Solidariedade e Segurança Social